quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

Oposição vai obstruir pauta da Câmara em protesto contra deputado que vandalizou exposição

Deputados da oposição decidiram deixar o plenário da Câmara nesta terça-feira (19) devido à presença do deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) na mesa diretora, horas após ele quebrar um quadro de uma exposição sobre o mês da Consciência Negra. Os oposicionistas ainda vão levar o parlamentar para o Conselho de Ética e prometem obstruir a pauta da Casa.

“Oposição se retira, nesse momento, do plenário da Câmara. Protesto contra a presença, na Mesa, do deputado Coronel Tadeu (PSL), pego em flagrante ato de hostilidade contra a luta antirracista. Não passarão!”, publicou a deputada federal Margarida Salomão (PT-MG) no Twitter.

Segundo o jornalista George Marques, os parlamentares vão levar Tadeu para o Conselho de Ética e pretendem obstruir a pauta da Câmara. A Minoria deseja ainda acionar a Procuradoria-Geral da República pelo crime de racismo.

“Conversamos com os líderes da Minoria. Além da denúncia no DEPOL, vamos apresentar representação no Conselho de Ética e na Procuradoria-Geral da República contra o Coronel Tadeu. Ainda estou em choque com a barbaridade desse gesto racista e fascista. Não pode ficar impune”, declarou a deputada Aurea Carolina (PSOL-MG).

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também criticou a atitude de Tadeu. “Hoje não é um dia feliz para a Câmara. O Dia da Consciência Negra é um dia para falarmos da inclusão dos negros, na política. Pode haver injustiça contra parte da polícia, mas nada justifica isso. É pelo diálogo que resolvemos”, disse.

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.