Fórum Educação
30 de janeiro de 2020, 10h43

Outros 14 ministros viajaram em avião da FAB igual a voo de assessor exonerado da Casa Civil

A utilização de aviões da FAB para voos "exclusivos" é algo comum no governo de Jair Bolsonaro

Ricardo Salles e Bolsonaro durante reunião ministerial (Foto: Isac Nóbrega/PR)

Assim como Vicente Santini, secretário da Casa Civil exonerado nesta quinta-feira (30) pelo presidente Jair Bolsonaro, outros 14 ministros já viajaram em voos nacionais e internacionais “exclusivos” com aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). Nas viagens, estavam até três passageiros, sendo que há casos em que apenas o titular da pasta estava na aeronave.

Levantamento feito pelo jornal O Globo mostra que, no primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro, foram feitos 72 voos nacionais e oito internacionais, todos em caráter “exclusivo”, por 14 ministros e três autoridades das Forças Armadas.

Apesar da prática ser comum no governo do ex-capitão, apenas Santini sofreu as consequências pelo ato. Ele foi demitido após ter viajado à Davos, na Suíça, e depois à Nova Délhi, na Índia, com um avião da FAB. Atitude irritou o presidente, justamente pelo voo do ex-assessor de Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, ter sido “particular”.

Entre os ministros, Ricardo Salles, do Meio Ambiente, foi o que fez voos internacionais com até três passageiros. Foram, ao todo, seis trechos. Viagens do tipo é algo considerado ilegal por membros da própria FAB, já que a legislação não prevê uso de aeronaves para viagens ao exterior.

O decreto que regulamenta o tema, de 2002, relata sobre o transporte de autoridades, mas não menciona a possibilidade de viagens internacionais. Em se tratando de direito público, somente é permitido aquilo que está na lei.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum