Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de setembro de 2018, 10h31

Pabllo Vittar rompe com grife após empresário manifestar apoio a Bolsonaro

Deixo aqui meu agradecimento de apoio até agora, mas não poderia aliar meu trabalho a um discurso que deixa claro não se importar com os direitos humanos de toda comunidade LGBTQIA+. da qual faço parte", escreveu Pabllo Vittar no Instagram

A cantora Pabllo Vittar anunciou neste sábado (1º) o fim de sua parceria com a marca de sapatos Victor Vicenzza. O motivo: o dono da grife, o empresário e designer catarinense Victor Vicenzza, manifestou apoio público ao candidato Jair Bolsononaro (PSL). O caso motivou um desabafo de Pabllo em sua conta do Instagram.

“Desde o início da minha carreira, sempre soube que seria muito difícil conseguir apoio de marcas que queriam se relacionar com uma artista LGBTQIA+ drag que sou. Muitas portas se fecharam, mas algumas se abriram e com isso trabalhei até então com parceiros que sou muito grata. Deixo aqui meu agradecimento de apoio até agora, mas não poderia aliar meu trabalho a um discurso que deixa claro não se importar com os direitos humanos de toda comunidade LGBTQIA+. da qual faço parte”, escreveu ela.

“Adianto que foram produzidos alguns trabalhos já finalizados e distribuídos digitalmente desse meu novo álbum, que contém peças de marcas que, a partir de agora, não vinculo mais a minha imagem.”

Também no sábado, Vicenzza se pronunciou na Internet sobre o apoio ao candidato do PSL, conhecido pelo posicionamento contrário ao do movimento gay. “Acredito que Bolsonaro é o único candidato que apropriado para liderar a nação”, escreveu o empresário nas redes sociais.

A grife do catarinense é conhecida por oferecer sapatos femininos em tamanhos grandes, para atender o público gay, e suas peças publicitárias destacam mensagens de empoderamento feminino e respeito à diversidade, incluindo o slogan “freedom, choice” (liberdade, escolha, em português).

Veja também:  Minúsculo: Governador de Minas já inicia distanciamento de Bolsonaro

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum