Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de fevereiro de 2020, 17h13

Padrinho de Flávio Bolsonaro é nomeado para segundo escalão do governo Bolsonaro

Rejeitado por militares, Marcelo Magalhães ganhou comando dos Esportes com a chegada de Onyx Lorenzoni ao Ministério da Cidadania

Flávio Bolsonaro - Foto: Geraldo Magela/ Agência Senado

Marcelo Magalhães foi escolhido pelo ministro Onyx Lorenzoni (DEM), da Cidadania, para assumir a Secretaria Especial do Esporte – o que restou do extinto Ministério dos Esportes – e disse sim ao demista. Magalhães é amigo de infância do senador Flávio Bolsonaro e foi padrinho de casamento do filho do presidente.

Antigo comandante do Escritório de Governança do Legado Olímpico (GLO), Magalhães passou por atritos com militares da pasta até ser alçado ao comando dos esportes por Lorenzoni.

A indicação do novo secretário foi rechaçada pelos militares, que reclamam que Magalhães não trouxe soluções para os equipamentos olímpicos. Lorenzoni afirma que quer alguém de confiança no cargo.

A “confiança” do ministro vai render ao amigo de Flávio Bolsonaro um salário bruto de R$ 17 mil.

A relação do novo secretário com os esportes está ligada apenas à atuação que teve na equipe de marketing de alguns atletas, como Flávio Canto, Anderson Silva, Isaquias Queiroz, Fabiana Beltrame e as gêmeas Bia e Brancamo.

Magalhães é o terceiro a comandar o posto. Ele assume no lugar do general Décio Brasil, nomeado em abril do ano passado. Antes de Brasil, o general Marco Aurélio Costa Vieira ficou 107 dias no cargo.

Com informações do Uol


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum