Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de maio de 2019, 22h02

Para chefe do Ministério da Justiça, “o Brasil era pobre, preto e prostituta antes de Sérgio Moro”

“O equilíbrio psicológico de uma pessoa dessa (Moro) merecia uma tese de doutorado”, disse Vladimir Passos de Freitas

Foto: Reprodução/TRF-4

Vladimir Passos de Freitas, chefe de assuntos legislativos do Ministério da Justiça e Segurança Pública, declarou, nesta segunda-feira (13), em Curitiba, que “o Brasil era pobre, preto e prostituta antes de Sérgio Moro”.

A afirmação foi em uma palestra sobre relação entre o Legislativo e o Ministério da Justiça. Para Freitas, a Operação Lava Jato mudou o Brasil e isso só aconteceu pela determinação de Sergio Moro.

“Um homem que consegue levar a Lava Jato até o fim, que muda o Brasil do ponto de vista penal tem muita força interior. Antes dele o Brasil era pobre, preto e prostituta. O equilíbrio psicológico de uma pessoa dessa (Moro) merecia uma tese de doutorado”, disse Freitas, desembargador federal aposentado.

Porte de armas

Em relação ao decreto que facilita o porte de armas, o chefe de assuntos legislativos do Ministério da Justiça afirmou que acha possível contestação sobre a inconstitucionalidade.

“Algumas posições são do presidente da República, como nesse caso. São promessas de campanha e não cabe ao Ministério da Justiça se manifestar contrário porque é o que o presidente quer. Ele foi eleito, ele é o presidente”, destacou.

“A vontade do presidente prevaleceu. Eu diria que não é raridade que as coisas sejam apressadas, pois isso faz parte das atribuições. Não é o ideal, o melhor seria que a ideia fosse amadurecida, mas às vezes quando se discute muito uma coisa, elas nunca saem”, acrescentou.

Com informações do Paraná Portal 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum