sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Para constranger Bolsonaro, PSL destitui ministro do Turismo da presidência da sigla em Minas

Em guerra contra Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) pela liderança da bancada do PSL na Câmara, o deputado federal Delegado Waldir (PSL-GO) anunciou nesta terça-feira (22) que o partido vai destituir o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, da presidência do diretório de Minas Gerais.

A decisão, segundo a coluna de Reinaldo Azevedo, na Folha de S. Paulo, é uma maneira de atacar o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que optou por manter o ministro no cargo mesmo após os indícios de corrupção.

Marcelo Álvaro Antônio foi indiciado pela Polícia Federal e denunciado pelo Ministério Público sob suspeita de comandar um esquema de candidaturas laranjas pelo PSL. Além de ter sido o deputado federal mais votado em Minas Gerais, Álvaro Antônio também foi coordenador no estado da campanha presidencial do presidente Jair Bolsonaro.

O PSL atualmente se encontra dividido por conta de uma guerra interna entre aliados de Bolsonaro e de Luciano Bivar, presidente da sigla. O esquema de candidaturas laranjas do partido foi o que deu início a atual crise na legenda e tem sido um dos elementos de desgaste entre o grupo de Bivar e o de Bolsonaro.
Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.