Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de março de 2019, 07h34

Para deputados, Bolsonaro aposta no caos para desgastar o Congresso e o STF

Líderes de partidos fizeram acordo com Rodrigo Maia (DEM) para blindar o ministro da Economia, Paulo Guedes. Em outra frente, dirigentes de legendas decidiram começar a fazer pontes diretas com os militares

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Coluna Painel, da jornalista Daniela Lima, na edição desta quinta-feira (28) da Folha de S.Paulo, informa que a guerra declarada de Jair Bolsonaro (PSL) contra o Congresso e dos filhos e aliados contra o Supremo Tribunal Federal (STF) é uma aposta no caos, segundo congressistas. Líderes de partidos que apoiam a reforma da Previdência não entendem como o Planalto se envolveu em tantos problemas em três meses.

Segundo a jornalista, já há um acordo dos partidos com o presidente da casa, Rodrigo Maia (DEM/RJ) para blindar o ministro da Economia, Paulo Guedes, que ameaça jogar a toalha diante da “desarticulação” do governo para votar a Reforma da Previdência. Em outra frente, dirigentes de legendas decidiram começar a fazer pontes diretas com os militares.

Apreensão
Nos últimos dois dias, Paulo Guedes emitiu sinais que pode deixar o governo, caso a proposta da reforma da Previdência não passe. Segundo a colunista da Folha, os recados de Guedes deixou a equipe econômica do governo apreensiva.

A tradução feita pelos auxiliares é a seguinte: um dos pilares de sustentação do governo Jair Bolsonaro decidiu avisar publicamente que, sem retaguarda, não permanecerá no posto. O destinatário da mensagem é o próprio presidente.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum