Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

15 de julho de 2019, 15h59

Para evitar fuga, deputado apresenta pedido de retenção do passaporte de Deltan Dallagnol

Pedido ocorre após o procurador recusar convite de ir à Câmara dos Deputados e novas conversas indicarem que ele lucrou com palestras a partir da exposição alcançada com a Lava-Jato

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Após faltar a requerimentos para explicar na Câmara dos Deputados as mensagens vazadas pelo site The Intercept Brasil, o deputado federal Rogério Correia (PT-MG) anunciou na tarde desta segunda-feira (15) que apresentou pedido de retenção do passaporte do procurador Deltan Dallagnol. De acordo com assessoria do congressista o pedido será protocolado na próxima quarta na Câmara.

O registro será feito na Comissão de Direitos Humanos e Minorias, por sinal a mesma comissão que aguardava a presença do procurador para explicar as últimas denúncias feitas pela imprensa. Deltan Dallagnol, que é coordenador da Lava Jato, optou por não comparecer às audiências a que foi convidado.

“Dallagnol tem tempo para responder a órgãos de comunicação, como o Estadão, mas não demonstra a mesma boa vontade para falar com os parlamentares, o que é no mínimo uma afronta à democracia”, diz o deputado Rogério Correia.

O objetivo da reunião era debater as reportagens do The Intercept Brasil que noticiaram mensagens trocadas entre Deltan, o então juiz Sérgio Moro (atual ministro da Justiça e da Segurança Pública) e outros integrantes da Lava Jato. Os textos do site levantam a suspeita de que Moro teria atuado com parcialidade em decisões relacionadas à operação.

Veja também:  Profecia de Lula se realiza e Dallagnol só dorme a base de remédios

“Neste momento em que se agravam as acusações contra ele e seu parceiro Sergio Moro, é importante termos a garantia de que ele não poderá deixar o país, como aliás fez este fim de semana o próprio ministro da Justiça, viajando aos EUA.”

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum