Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de maio de 2017, 12h36

Para procurador, absolvição de mulher de Cunha se deve a “coração generoso” de Moro

O Ministério Público Federal discorda e pretende recorrer da sentença. “É injustificável a absolvição. Ele tinha indicativos e conhecimento cultural suficientes para saber a origem desses recursos”.

Da Redação*

O procurador da República, Carlos Fernando dos Santos Lima, que atua na força tarefa da Lava Jato, atribuiu a absolvição da jornalista Cláudia Cruz, mulher do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ao “coração generoso” do juiz Sergio Moro, responsável pela sentença.

“Isso decorre muito mais do coração generoso do doutor Sergio. Ela é esposa de uma pessoa sabidamente ligada à corrupção”, disse Lima nesta sexta (26), durante entrevista coletiva.

Cruz foi inocentada das acusações de lavagem de dinheiro e evasão de divisas nesta quinta (25). Para o juiz, faltou materialidade à acusação, que não conseguiu demonstrar o rastro do dinheiro até a conta da jornalista.

O Ministério Público Federal discorda e pretende recorrer da sentença.

“É injustificável a absolvição. Ele tinha indicativos e conhecimento cultural suficientes para saber a origem desses recursos”, afirmou Lima.

Para ele, isso é suficiente para demonstrar o crime de lavagem.

O advogado Pierpaolo Bottini, que defende a jornalista, festejou a decisão. “Entendemos que foi feita a justiça”, disse. “A sentença judicial reconheceu que não houve qualquer ilegalidade nas condutas de Claudia Cruz.”

Ainda cabe recurso da decisão ao TRF (Tribunal Regional Federal).

*Com informações da Folha


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum