domingo, 20 set 2020
Publicidade

Partido Novo suspende ministro do Meio Ambiente

O ministro do Meio Ambiente está com seus direitos partidários suspensos até que seja julgado pela Comissão Nacional de Ética do Partido Novo. A decisão foi anunciada na tarde desta quinta-feira (31) por membros da própria legenda.

Durante a crise ambiental na Amazônia, em agosto deste ano, correligionários entraram com uma ação pedindo o afastamento de Ricardo Salles do partido. O julgamento interno pode levar a expulsão do ministro do Novo.

O coordenador do núcleo de estudos do Novo, Luiz Guilherme de Medeiros, informou sobre a decisão da legenda através do seu Twitter. “O Partido Novo informa que a Comissão Nacional de Ética Partidária suspendeu a filiação do ministro Ricardo Salles até o julgamento final da denúncia apresentada perante a mesma”.

Desde que as crises ambientais da Amazônia e Nordeste tomaram o noticiário, o presidente o Novo, João Amoêdo, tenta desvencilhar o nome de Salles do partido. “Ele é um filiado como um dos 40 mil filiados que a gente tem. O Novo não tem nenhuma ingerência na pauta do meio ambiente, nenhuma ingerência na atuação dele e a gente não tem com ele nenhum vínculo como a gente tem com os mandatários. Ele não é da equipe do Novo, ele é só um filiado”, disse Amoêdo durante o encontro nacional do partido em São Paulo, esse mês.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.