Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
16 de dezembro de 2019, 17h51

Paulo Coelho: Bolsonaro tem medo de ser esquecido se não disser algo absurdo uma vez por dia

Escritor também se manifestou contra as ofensas que o presidente dirigiu a Paulo Freire, patrono da educação brasileira

Um dos esportes nacionais: atacar, vilipendiar, desprezar e achincalhar Paulo Coelho (Foto site oficial)
Foto: Reprodução

O escritor Paulo Coelho usou o Twitter para rebater Jair Bolsonaro, que ofendeu o educador Paulo Freire. Na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília, nesta segunda (16), o presidente disse que o patrono da educação brasileira era um “energúmeno, possuído pelo demônio e idolatrado pela esquerda”.

“O presidente tem medo de ser esquecido pelas bases se não disser algo absurdo 1 vez por dia (hj foi o Paulo Freire). Declarações planejadas com muito cuidado nos subterrâneos do Planalto”, tuitou Paulo Coelho.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Nefasto

A viúva do educador, Ana Maria Freire, já havia se manifestado contra as declarações de Bolsonaro. Ela afirmou que esse tipo de crítica não é “postura de um presidente”. “Paulo está lá sossegado no lugar dele, está lá no céu. Bolsonaro é um homem sem nenhum pudor, sem nenhum caráter, sem nenhuma autocensura. É um homem nefasto, uma coisa absolutamente terrível”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum