Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de fevereiro de 2020, 13h04

Paulo Guedes pedes desculpas e agora diz que sua avó foi empregada doméstica

Pedido de desculpas foi em evento com a presença de Bolsonaro

O ministro Paulo Guedes - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Na presença do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) e do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o ministro da Economia Paulo Guedes pediu desculpas às empregadas domésticas, nesta quinta-feira (20), em seu discurso no lançamento do Crédito Imobiliário com taxa fixa da Caixa Econômica Federal.

“Quando fazemos política econômica, pensamos em todos os brasileiros e, particularmente, nos mais humildes. E aquele modelo antigo, com juros lá em cima, transformava os empresários e empreendedores brasileiros em rentistas. Em vez de fazerem investimentos, criarem empregos, rentistas”, disse.

“E justamente também as famílias mais humildes, empregadas domésticas, inclusive, a quem eu peço desculpas, se puder ter ofendido, dizendo que a mãe do meu pai foi uma empregada doméstica”, reiterou.

Parasitas e domésticas

Depois de chamar servidores públicos de “parasitas”, o ministro da Economia, Paulo Guedes, resolveu atacar as empregadas domésticas.

Em um discurso permeado pelo preconceito de classe, feito no Seminário de Abertura do Ano Legislativo da Revista Voto, em Brasília, Guedes disse que o dólar alto “é bom para todo mundo” e que em outros tempos, quando a economia brasileira estava melhor e o real mais valorizado, era uma “festa danada”, pois empregadas domésticas iam à Disneylândia.

Com informações do UOL


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum