Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
04 de junho de 2019, 17h14

Paulo Guedes suspende concursos públicos e diz que há servidores demais

Em audiência sobre reforma da Previdência, ministro da Economia anuncia a suspensão de concursos para os próximos anos

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Durante audiência sobre a reforma da Previdência na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (4), Paulo Guedes, ministro da Economia, declarou que os governos anteriores contrataram servidores públicos demais e concederam reajustes salariais “ferozmente”.

De acordo com Guedes, como consequência do que ele chamou de inchaço da máquina pública, o governo Bolsonaro vai suspender a realização de concursos públicos nos próximos anos. Porém, ele não precisou por quanto tempo.

“Digitalização”

“Nas nossas contas, 40% dos funcionários públicos devem se aposentar nos próximos cinco anos. Em vez de admitir militantes nossos, vamos deixar a máquina ficar mais eficiente através de digitalização”, afirmou.

Segundo o ministro, o “desinchaço” da máquina pública ocorrerá sem briga, sem demissões e sem aparelhamento.

LDO

Em abril, o governo de Bolsonaro encaminhou ao Congresso o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020, sem a previsão de concursos públicos.

Guedes disse que o governo estava cortando concursos e reduzindo drasticamente o número de funcionários. “Acabou o empreguismo, não tem mais isso”, disse.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum