O que o brasileiro pensa?
07 de maio de 2020, 12h08

Paulo Pimenta diz que Bolsonaro pode ter usado nome de Ustra em teste do coronavírus

Deputado vai questionar o Hospital das Forças Armadas de Brasília, onde o presidente realizou o teste, para confirmar a manipulação

Foto: Reprodução/TV Globo

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) afirmou nesta quinta-feira (7) que Jair Bolsonaro pode ter feito seus exames para coronavírus utilizando o nome do torturador da ditadura militar, Carlos Alberto Brilhante Ustra.

O deputado disse ainda que vai questionar o Hospital das Forças Armadas de Brasília, onde Bolsonaro realizou o teste. “Eu acho que ele usou o nome de um terceiro e o exame deu positivo [para coronavírus], disse, e completou: “A informação que tenho é que usou o nome Ustra”, disse, em entrevista ao Brasil 247.

Bolsonaro tem evitado fornecer à imprensa o exame que comprova seu teste negativo para o coronavírus. No dia 27 de abril, o TRF-3 deu prazo de 48 horas para União fornecer ‘os laudos de todos os exames’ feitos por Bolsonaro, atendendo a um pedido feito pelo jornal O Estado de S.Paulo. 

Contrariando a ordem judicial, que exigia a íntegra do exame, a Advocacia-Geral da União (AGU) apresentou um relatório médico da coordenação de saúde da Presidência, datado do dia 18 de março, no qual aponta que Bolsonaro encontra-se assintomático, mas não revela se o ocupante do Planalto contraiu o vírus. A AGU também recorreu ao TRF-3, argumentando que não existe obrigação legal de fornecer os referidos exames.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum