Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de fevereiro de 2019, 06h55

Paulo Preto ameaçou delatar sobre “conta ônibus” na Suíça, com Serra, Aloysio e outros tucanos

Acusado de ser o operador financeiro do PSDB, na última fez que foi preso, Paulo Preto ameaçou fazer delação e disse, nos bastidores, que a conta encontrada na Suíça com saldo de R$ 132 milhões, em valores atuais, não era só dele

Reportagem de Mario Cesar Carvalho, na edição desta quinta-feira (21) da Folha de S.Paulo, revela que o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, fez ameaças quando foi preso pela segunda vez no ano passado e passou 36 dias na cadeia – antes de voltar para a prisão nesta terça-feira (19).

Acusado de ser o operador financeiro do PSDB, Paulo Preto ameaçou fazer delação e disse, nos bastidores, que a conta encontrada na Suíça com saldo de R$ 132 milhões, em valores atuais, não era só dele. Era o que ele chamava de “conta ônibus”, ou seja, de vários titulares, todos tucanos de alta plumagem, como Aloysio Nunes Ferreira e José Serra, e do próprio PSDB.

O recado, enviado aos tucanos, tinha um tom óbvio de chantagem, com um subtexto que dizia “ou vocês me salvam ou entrego todo mundo”.

Após a pressão de Paulo Preto, ele trocou de advogado: saiu Daniel Bialski e entrou José Roberto Santoro, que também cuidava da defesa de Aloysio. Foi o novo advogado que conseguiu soltar Paulo Preto, com um habeas corpus do ministro Gilmar Mendes, do Supremo.

Em 2010, quando se tornou uma figura central nos debates entre Dilma Rousseff e José Serra na disputa presidencial, Paulo Preto pronunciou aquela que se tornaria a sua frase mais famosa. “Não se abandona um líder ferido na beira da estrada”, afirmou depois que Serra ter dito que não conhecia o ex-diretor da Dersa.

Leia a reportagem na íntegra.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum