Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de Maio de 2019, 14h33

Paulo Teixeira a Moro: “O senhor protagonizou vários vazamentos e aceitou ser ministro de quem mandou prender”

Em audiência sobre pacote anticrime e decreto sobre armas, Moro disse que Coaf não vazaria informações. Paulo Teixeira, então, relembrou que quando juiz Moro divulgou áudio envolvendo a ex-presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula

Sergio Moro e Paulo Teixeira (Agência Câmara)

Durante audiência pública na comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados, o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) contrapôs fala do ministro da Justiça, Sérgio Moro, em relação à vazamentos de informações seletivas. Ao comentar que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) não vaza informações, o deputado petista arrematou: “O senhor protagonizou vários vazamentos e aceitou ser ministro de quem mandou prender!”

O ministro foi relembrado tanto por Teixeira quanto pelo deputado Rogério Correia (PT-MG) acerca do vazamento envolvendo uma intercepção telefônica envolvendo os ex-presidentes Lula e Dilma.

“Logo após vazar informações, o senhor aceitou ser ministro do opositor de quem mandou prender”, rebateu Teixeira. “Inclusive à época vossa excelência levou um puxão de orelha do ministro Teori Zavascki pelo comportamento inadequado”, completou.

O ministro da Justiça ignorou a provocação e voltou a defender que o Coaf, objeto da audiência pública, fique sobre alçada do Ministério da Justiça.

Uma comissão mista, formada por senadores e deputados, analisa uma medida provisória sobre a estrutura administrativa do governo Jair Bolsonaro, que realocou o Coaf no MJ.

No governo, o discurso é que a permanência no Coaf sob o guarda-chuva de Moro é essencial para a troca de informações sobre movimentações financeiras com outros órgãos de investigação. A concentração de poderes com o ministro, no entanto, é uma preocupação manifestada de forma reservada por parlamentares.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum