Paulo Teixeira vai pedir cassação de deputado bolsonarista após agressão em comissão sobre cannabis

Deputado diz que Diego Garcia (Podemos-PR) integra "milícia parlamentar" que usa da violência para aprovar uma "agenda destrutiva"

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) afirmou em entrevista ao Fórum Onze e Meia, nesta sexta-feira (21), que protocolou uma representação no Conselho de Ética contra o bolsonarista Diego Garcia (Podemos-PR), que o agrediu durante comissão que regulamenta o uso de medicamentos a base de cannabis. Teixeira disse que vai pedir a cassação do deputado.

Para Teixeira, o parlamentar integra o que chama de “milícia parlamentar” na Câmara. “Eles se acham detentores de uma verdade”, disse. “É uma milícia que quer nos constranger para passar sua agenda destrutiva”, completou.

Na entrevista, o deputado do PT explicou a importância da legalização do uso medicinal da cannabis, substância que tem comprovação científica de eficácia em pacientes com epilepsia, dores crônicas, autismo, distúrbio do sono, entre outras condições.

“O que eles argumentam é que, se legalizarmos o uso medicinal, é um passo para legalizar o uso recreativo. Não é. Tem 50 países que já legalizaram o uso medicinal e apenas dois legalizaram o uso recreativo”, contou o deputado. “Dizem que faz mal para criança, mas o que faz mal é ter 15, 20, 30 convulsões”, continuou.

“Eles não estão pensando no paciente, porque os pacientes estão excluídos do acesso. Eles se apegam a teses fanáticas. Acabam pegando bandeiras eleitorais e agitam diante de proposições fanáticas e anticientíficas”, completou o deputado.

Confira a entrevista completa:

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.