Fórumcast, o podcast da Fórum
05 de setembro de 2019, 11h43

PCO chama homofobia nos estádios de “liberdade de expressão” e gera revolta nas redes

Em artigo, o partido menciona que a CBF está preparando uma regra para paralisar as partidas no meio, caso a torcida se manifeste de maneira homofóbica, conforme aconteceu no Campeonato Brasileiro entre Vasco e São Paulo

Foto Carlos Gregório Júnior/Vasco da Gama

O Partido da Causa Operária (PCO) publicou, na noite desta quarta-feira (4), um artigo em seu portal sobre “homofobia nos estádios”, defendendo que este é um pretexto moral para “destruir o futebol”, em especial as torcidas organizadas, e alega ataque à liberdade de expressão. Opinião homofóbica do partido se tornou assunto nas redes sociais, gerando críticas de internautas e figuras políticas.

No artigo, o PCO menciona que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) está preparando uma regra para paralisar as partidas no meio, caso a torcida se manifeste de maneira homofóbica, conforme aconteceu no Campeonato Brasileiro entre Vasco e São Paulo, em São Januário, no domingo (25).

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“Os moralistas da esquerda não irão gostar de tal afirmação, mas fato é que, ao se proibir que seja dito qualquer coisa, isso é censura e, por consequência, é uma medida reacionária e portanto contra os interesses do povo, incluindo aí os próprios LGBTs”, disse o artigo.

“Cada um grita o que quer dentro do estádio, assim como cada um diz o que quer nas ruas, se outra pessoa não gosta, não é obrigada a gritar junto e tem o direito inclusive de tentar convencer o outro a não fazer”, continuou.

O texto ainda argumentou que a decisão da CBF se trata de uma política do “futebol moderno”, chamado pelo partido de “europeu, imperialista e controlado pelos grandes monopólios capitalistas”, que buscam impor um “comportamento ético” para destruir o futebol.

O jornalista William de Lucca se manifestou nas redes sociais sobre o texto do partido. “Às vezes, o PCO passa de um conglomerado engraçado de gente extremista para um conglomerado intolerante que se enfileira com toda sorte de fascista”, escreveu.

Veja outras repercussões do caso:


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum