Pedro Serrano: é “muito bem vinda” ação que procuradores movem contra Lava Jato

O jurista considera a ação “adequada, correta, porque o que houve no Brasil foi a produção de processos de exceção e isso é muito grave numa democracia”

O jurista e professor de Direito Constitucional da PUC, Pedro Serrano, considerou muito bem vinda a ação civil que os procuradores da República Emanuel Ferreira e Camões Boaventura, do Ministério Público Federal (MPF) em Mossoró (RN), apresentaram nesta terça-feira (31), contra a União por danos morais coletivos causados pela atuação do ex-juiz Sergio Moro na condução da Lava Jato.

Para Serrano, “é uma ação que busca obter algumas reparações causadas pelas medidas de exceção promovidas pelo Moro e pela Lava Jato em geral”. De acordo com o jurista, a ação busca determinar à União “obrigações de fazer, ou seja, promover cursos pra procuradores e juízes, pra evitar que eles atuem novamente em retrocesso às determinações constitucionais e ao direito previsto pela Constituição, o que é absolutamente correto”.

“Seria uma medida muito boa e profilática com relação à democracia constitucional”, comemorou. Serrano considera a ação “adequada, correta, porque o que houve no Brasil foi a produção de processos de exceção e isso é muito grave numa democracia”.

O texto sobre a ação publicado no site do Ministério Público Federal diz: “Sérgio Moro apresentou comportamento que revela ‘sistemática atuação em violação à necessária separação entre as funções de julgar e investigar’ e praticou reiteradas ofensas contra o regime democrático”.

Na ação, os procuradores ainda destacam que a Lava Jato “como um todo, da maneira como desenvolvida em Curitiba, influenciou de modo inconstitucional o processo de impeachment de 2016”, em relação ao golpe parlamentar que depôs Dilma Rousseff (PT) da Presidência há exatos cinco anos.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR