sábado, 24 out 2020
Publicidade

Pela primeira vez na história, eleição tem mais candidatos negros do que brancos

Para este ano, partidos deverão distribuir proporcionalmente a verba de campanha entre brancos e negros. Eleição também tem recorde de mulheres inscritas

As inscrições de candidatos para as eleições municipais de novembro já bateram dois recordes históricos. Entre os 523 mil pedidos de registro de candidatura até o momento, há uma maioria autodeclarada negra em relação aos que se identificam como brancos. Além disso, o número de mulheres inscritas é o maior já registrado até então.

Até o final da manhã deste domingo (27), o percentual de candidatas mulheres era de 34%, ou seja, 176 mil inscritas. Nas últimas três eleições, por exemplo, esse índice não passou de 32%.

O crescimento de inscrições destas duas minorias ocorre após a aprovação de cotas de distribuição de verba de campanha e propaganda eleitoral para mulheres, em 2018, e para negros, em 2020. Pelas regras atuais, os partidos devem reservar ao menos 30% das vagas de candidatos e da verba pública de campanha para elas.

A cota eleitoral racial, no entanto, ainda depende de confirmação pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o que deve ocorrer nesta semana.

O prazo de registro de candidatos se encerrou sábado (26), mas ainda há registros feitos de forma presencial que deverão ser computados nos próximos dias. As informações são da Folha de S.Paulo.

Luisa Fragão
Luisa Fragão
Jornalista.