Pelo perfil oficial da Secom, Bolsonaro anuncia que vai processar Ricardo Noblat e chargista

Na charge, presidente é associado ao nazismo por pedir que apoiadores invadam hospitais para fiscalizar leitos durante a pandemia

A Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) afirmou nesta segunda-feira (15), através de seu perfil oficial no Twitter, que vai processar o jornalista Ricardo Noblat e o chargista Aroeira. De acordo com a secretaria, ambos cometerem “falsa imputação de crime” por associar Jair Bolsonaro ao nazismo.

O colunista da revista Veja compartilhou uma charge de Aroeira em que Bolsonaro aparece com um pincel e um balde de tinta preta nas mãos após pintar as pontas de uma cruz vermelha, o que remete a um hospital, de forma a parecer uma suástica nazista.

“Bora invadir outro?”, diz o presidente na charge. O desenho critica o pedido de Bolsonaro para que apoiadores invadam hospitais para filmar os leitos destinados aos pacientes com coronavírus. Segundo ex-capitão, ninguém morreu de falta de leitos e o número de mortes por coronavírus foi inflado para “ganho político” contra ele.

“Falsa imputação de crime é crime. O senhor Ricardo Noblat e o chargista estão imputando ao Presidente da República o gravíssimo crime de nazismo; a não ser que provem sua acusação, o que é impossível, incorrem em falsa imputação de crime e responderão por esse crime”, escreveu a Secom no Twitter.

Confira:

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR