quarta-feira, 30 set 2020
Publicidade

Perícia nas mensagens do celular de Moro pode anular processo de Lula, diz membro da OAB

Breno Melaragno Costa, presidente da Comissão de Segurança Pública da OAB, considera que para condenar os hackers de Araraquara (SP), acusados de terem invadido o celular do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, entre outras autoridades, é preciso que se faça perícia nas provas.

Ou seja, no caso de Moro, que fique demonstrado que conteúdo é efetivamente verdadeiro. Se aqueles diálogos revelados pelo The Intercept oficialmente procedem.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Essa comprovação, no entanto, pode ser prejudicial para Moro no Supremo Tribunal Federal (STF), que ainda vai julgar o pedido de suspeição da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que o acusa de ter sido parcial na condução do processo quando juiz federal em Curitiba.

“Se comprovada a veracidade da conversa, teremos dois reflexos: a incriminação dos hackeadores e o outra consequência é como os tribunais superiores, em especial o STF, vai lidar com a questão da suspeição do juiz. Há diálogos ali que podem levar a crer que houve um aconselhamento do então juiz (Moro) ao Ministério Público. Se assim for compreendido, pode até levar a nulidade de processos. O Judiciário vai ter que decidir” – explicou Breno Melaragno ao Radar, da Veja.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.