#Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de setembro de 2019, 18h14

PF acha e recolhe arma de Janot em busca e apreensão determinada pelo STF

Após entrevista em que revela que tentou matar Gilmar Mendes, Rodrigo Janot recebe visita da Polícia Federal

Foto: Lula Marques/Agência PT

A declaração do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de que ele foi armado ao STF para assassinar o ministro Gilmar Mendes fez o também ministro Alexandre de Moraes autorizar nesta sexta-feira (27) ação de busca e apreensão da Polícia Federal (PF) contra Janot. Gilmar pediu a retirada da posse de arma do procurador. A PF encontrou a arma em questão, segundo informação da GloboNews.

“Não ia ser ameaça não. Ia ser assassinato mesmo. Ia matar ele [Gilmar] e depois me suicidar”, disparou o ex-PGR, em entrevista concedida na quinta-feira (26). A motivação para o assassinato seria a difusão de uma “história mentirosa” sobre a filha de Janot por parte de Gilmar. A atitude teria sido uma retaliação ao fato de que o ex-procurador havia pedido a suspeição do ministro.

Em resposta, o ministro chamou Janot de “potencial facínora” que estaria acometido de “um problema grave de caráter psiquiátrico” e que deveria procurar auxílio profissional. Gilmar pediu a revogação do porte de Janot e a proibição de que ele visite a Corte.

O magistrado ainda criticou a forma de escolha do titular da PGR e defendeu a criação de um mecanismo com juristas. “Passaram a escolher pessoas que não tinham qualificação jurídica, moral e psicológica para exercer a função [na PGR]. O sistema político vai ter que definir, talvez abrir para uma nomeação entre os juristas do Brasil”, pregou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum