Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de fevereiro de 2019, 07h56

PF diz a Bolsonaro que não identificou “terceiros” em atentado com faca durante a campanha

Informação foi passada em encontro de Bolsonaro com a cúpula da PF, que não se pronunciou sobre documentário que revela suposto conluio entre Adélio e seguranças do então candidato do PSL

Reprodução/YouTube

Mesmo diante de todo estardalhaço feito pelos filhos e aliados nas redes sociais, a Polícia Federal informou nesta segunda-feira (25) a Jair Bolsonaro (PSL) que não há, até o momento, evidências da participação de terceiros no atentado a faca sofrido por ele durante a campanha presidencial na cidade de Juiz de Fora (MG). Adélio Bispo dos Santos, no entendimento da PF, agiu sozinho. As informações são da revista Veja.

A informação foi repassada diretamente a Bolsonaro pelo delegado responsável pelo caso, Rodrigo Morais, que participou de encontro no Planalto juntamente com o diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e o superintendente da PF em Minas Gerais, o delegado Cairo Costa Duarte.

Não há informações, no entanto, que a Polícia Federal tenha investigado a tese levantada no documentário “A Facada no Mito”, que levanta dúvidas e suspeitas sobre a facada em Bolsonaro, em um possível conluio entre Adélio e pessoas que faziam a segurança do então candidato do PSL.

Assista: Documentário no YouTube levanta dúvidas e suspeitas sobre a facada em Bolsonaro

Antes da reunião, Moro disse à imprensa que ainda não havia uma conclusão e disse que na ocasião o presidente seria informado do andamento. “O presidente é a vítima, então é interessado. Então, será apresentado a ele o resultado da investigação até o momento”, disse.

Na primeira investigação, que focou na apuração sobre quem era o autor da facada, a PF já havia concluído que os indícios levantados apontavam para a ausência de mandantes ou de incentivadores envolvidos com Bispo.

Entretanto, a PF instaurou esse segundo inquérito no qual realizou uma devassa na vida de Bispo e de pessoas ligadas a ele.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum