Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de junho de 2019, 08h58

PF diz que Andréa Neves teve acesso a investigações sigilosas por meios escusos

Cópias de depoimentos de investigados foram encontradas, em dezembro, na casa de Andréa, entre eles um de Joesley Batista, da JBS. O empresário delatou dezenas de políticos, inclusive Aécio

Foto: Reprodução

Andréa Neves, irmã do deputado Aécio Neves (PSDB-MG), teve acesso a investigações sigilosas por meios escusos. É o que aponta uma operação da Polícia Federal deflagrada nesta quarta-feira (5).

De acordo com a PF de Minas Gerais, dois escrivães lideravam uma rede interna de vazamentos que monitoravam inquéritos e passavam documentos que estavam em segredo de Justiça para advogados.

A polícia prendeu três pessoas de forma preventiva, uma de forma temporária, e cumpriu sete mandados de busca e apreensão.

Outros suspeitos foram intimados para esclarecimentos, entre elas, a irmã de Aécio, Andréa Neves.

Os escrivães realizaram 56 acessos indevidos em casos de interesse do advogado de Andréa, Sânzio Baioneta Nogueira, entre 2013 e 2018.

Cópias de depoimentos de investigados foram encontradas, em dezembro, na casa de Andréa, entre eles um de Joesley Batista, da JBS. O empresário delatou dezenas de políticos, inclusive Aécio.

Segundo a PF, os documentos faziam parte de um inquérito sigiloso, do qual o tucano e a irmã não eram parte e, portanto, não fazia sentido que tivessem nenhum tipo de acesso.

Com informações da Folha

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum