Fórumcast #20
18 de julho de 2019, 12h21

PGR arquiva representação contra Moro e procuradores do Vaza Jato sobre a Vaza Jato

Pedido de investigação foi movido pelo Coletivo Advogadas e Advogados pela Democracia (CAAD), que solicitou à PGR que "sejam devidamente apurados os conteúdos publicados pelo portal The Intercept". Juristas ainda protocolaram pedindo semelhante no STJ

Dallagnol e Sergio Moro (Foto: Divulgação)

A Procuradoria-Geral da República arquivou nesta quarta-feira (17) um pedido de investigação movido pelo Coletivo Advogadas e Advogados pela Democracia (CAAD) contra o ex-juiz Sérgio Moro e os procuradores do MPF expostos nas conversas do Vaza Jato.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

No documento obtido por Conceição Lemes, do Viomundo, o CAAD pede que “sejam devidamente apurados os conteúdos publicados pelo portal The Intercept, em que foram revelados vários diálogos” entre Moro e alguns procuradores da Operação Lava Jato, “em especial” Deltan Dallagnol, coordenador da operação, Laura Tessler, Carlos Fernando dos Santos Lima e Maurício Gotardo Gerum.

O CAAD foi informado nesta quarta-feira que o pedido, feito no dia 16 de junho, foi engavetado. Apesar da decisão ter sido respondida esta semana, ela já estava tomada desde o dia 25, como aparece em despacho do procurador William Tetsuo Teixeira Iwakiri, de Curitiba.

O coletivo informou que entrará com recurso administrativo da decisão da PGR. Além desse, outro pedido foi encaminhado ao STJ e está sob relatoria do ministro Hermann Benjamin.

Veja também:  Para Glenn, proteção a Guedes expõe caráter partidário e corrupto da Lava Jato

Acesse aqui os documentos na íntegra.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum