sábado, 26 set 2020
Publicidade

Planalto pagou viagem de parlamentares do PSL a Israel

Por George Marques e Vinicius Lousada

Parlamentares do PSL, incluindo o filho do presidente Flávio Bolsonaro, senador pelo Rio de Janeiro, foram a Israel com os custos da viagem bancados pelo Palácio do Planalto. Também integram a comitiva a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) e a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS), além de ministros do Governo.

Enquanto viajam às custas do dinheiro público, os congressistas se comportam como se fizessem turismo. Junto a vídeo publicado em sua conta do Twitter, a deputada Bia Kicis escreveu: “Muito feliz por voltar a Jerusalém para AGRADECER a eleição de @jairbolsonaro Presidente”.


A parlamentar também fez questão de registrar fotos em pontos como o Muro das Lamentações e o Museu do Holocausto, além do registro de brasileiros fazendo “festa” para o presidente no hotel onde está hospedado.

Flávio Bolsonaro, por sua vez, não disfarçou o deslumbramento ao cumprimentar o primeiro-ministro israelense Benjamim Netanyahu.


Soraya também publicou registro em momento de descontração com Flávio e os ministros Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) e General Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional)

Procurado, o Palácio do Planalto ainda não se posicionou até o fechamento da matéria. Os gabinetes de Bia Kicis e Soraya Thronicke afirmaram que as parlamentares foram convidadas para compor a comitiva a convite do presidente Jair Bolsonaro com os custos pagos pelo Palácio do Planalto. Até o fechamento da matéria a assessoria de Flávio Bolsonaro não respondeu aos questionamentos.

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.