Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de abril de 2019, 16h27

Planalto pagou viagem de parlamentares do PSL a Israel

Enquanto viajam às custas do dinheiro público, os congressistas do partido de Bolsonaro se comportam como se fizessem turismo

Bolsonaro encontra turistas brasileiros em Israel (Reprodução)

Por George Marques e Vinicius Lousada

Parlamentares do PSL, incluindo o filho do presidente Flávio Bolsonaro, senador pelo Rio de Janeiro, foram a Israel com os custos da viagem bancados pelo Palácio do Planalto. Também integram a comitiva a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) e a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS), além de ministros do Governo.

Enquanto viajam às custas do dinheiro público, os congressistas se comportam como se fizessem turismo. Junto a vídeo publicado em sua conta do Twitter, a deputada Bia Kicis escreveu: “Muito feliz por voltar a Jerusalém para AGRADECER a eleição de @jairbolsonaro Presidente”.


A parlamentar também fez questão de registrar fotos em pontos como o Muro das Lamentações e o Museu do Holocausto, além do registro de brasileiros fazendo “festa” para o presidente no hotel onde está hospedado.

Flávio Bolsonaro, por sua vez, não disfarçou o deslumbramento ao cumprimentar o primeiro-ministro israelense Benjamim Netanyahu.


Soraya também publicou registro em momento de descontração com Flávio e os ministros Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) e General Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional)

Procurado, o Palácio do Planalto ainda não se posicionou até o fechamento da matéria. Os gabinetes de Bia Kicis e Soraya Thronicke afirmaram que as parlamentares foram convidadas para compor a comitiva a convite do presidente Jair Bolsonaro com os custos pagos pelo Palácio do Planalto. Até o fechamento da matéria a assessoria de Flávio Bolsonaro não respondeu aos questionamentos.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum