Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
15 de maio de 2019, 21h02

Polícia ataca manifestantes com bombas e gás lacrimogêneo no Rio

A ação policial segue a política de violência impetrada pelo governador Wilson Witzel

Foto e vídeos: O Santo Jorge

A polícia atacou as pessoas que protestavam contra o desmonte na educação, na noite desta quarta-feira (15), nas ruas do Rio de Janeiro. Os manifestantes receberam bombas e gás lacrimogêneo da polícia enquanto faziam sua mobilização.

Houve correria, pessoas feridas e passando mal. A ação policial segue a política de violência impetrada pelo governador Wilson Witzel.

As ruas do Rio foram tomadas por milhares de pessoas, que demonstravam indignação contra os cortes na educação promovidos por Jair Bolsonaro e pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Com cartazes e gritos de ordem, os manifestantes se concentraram na Candelária desde às 15 horas, e seguiram em passeata, por volta das 17h50, para a Central do Brasil, passando por várias ruas e avenidas da cidade.

Todas as pistas da Avenida Presidente Vargas foram tomadas por estudantes. A capital registrou, ainda, protestos no Colégio Pedro II, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Universidade Estadual da Zona Oeste (Uezo) e na Universidade Estadual do Rio de Janeiro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum