Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de fevereiro de 2020, 08h50

Polícia faz operação frustrada para prender miliciano ligado a Flávio Bolsonaro na Bahia

Amigo de Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz, Adriano da Nóbrega está foragido há mais de um ano

Adriano da Nóbrega, Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz – Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio de Janeiro enviou um delegado e dois agentes à Bahia, na última sexta-feira (31), em busca do miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega. De acordo com a polícia, ele é chefe do Escritório do Crime, grupo de matadores de aluguel suspeitos de terem atuado no assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

No entanto, a ação da polícia não foi bem sucedida, já que Nóbrega não foi encontrado. O miliciano está foragido há mais de um ano, após a Operação Intocáveis, que prendeu outros criminosos em Rio das Pedras, zona oeste do Rio de Janeiro.

O local é conhecido por ser dominado por milícias, além de ter abrigado o ex-assessor de Flávio Bolsonaro e amigo de Nóbrega, Fabrício Queiroz, quando o escândalo das rachadinhas veio à tona.

A mulher e mãe do miliciano, Danielle Mendonça da Costa da Nóbrega e Raimunda Vera Magalhães também já trabalharam no gabinete do filho do presidente na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Além disso, em 2003, Adriano foi homenageado por Flávio Bolsonaro na Alerj enquanto deputado estadual.

 

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum