O que o brasileiro pensa?
06 de setembro de 2019, 12h58

Polícia Federal prende Índio da Costa, ex-candidato a vice-presidente do tucano José Serra

A Operação Postal Off deteve mais oito pessoas, em investigação que apura fraudes nos Correios no Rio de Janeiro e em São Paulo

Foto: Saulo Cruz/Agência Câmara

Nove pessoas foram presas preventivamente nesta sexta-feira (6), durante operação da Polícia Federal (PF), no Rio de Janeiro e em São Paulo. A ação faz parte da investigação, que visa apurar fraudes nos Correios.

Entre os presos está Índio da Costa, ex-deputado federal, ex-candidato a prefeito do Rio de Janeiro e ex-candidato a vice-presidente na chapa encabeçada por José Serra (PSDB), em 2010. Índio já integrou PFL, PTB e DEM e, atualmente, é filiado ao PSD.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

A Operação Postal Off começou no final de 2018, em Santa Catarina, e apurou a participação de funcionários dos Correios em um esquema que fazia com que “grandes cargas postais de seus clientes fossem distribuídas no fluxo postal sem faturamento ou com faturamento muito inferior ao devido”.

Prejuízo

Segundo a PF, “dados preliminares indicam um prejuízo ao erário no montante de 13 milhões de reais, apenas no que se refere às postagens ilícitas já identificadas, não computado o prejuízo diário que estava sendo causado pelo grupo investigado”.

Ao todo, 110 policiais federais estão cumprindo nove mandados de prisão preventiva e 19 mandados de busca e apreensão no Rio e dois mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão em São Paulo.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum