Fórumcast, o podcast da Fórum
04 de dezembro de 2018, 15h44

Por 3 votos a 2, ministros da 2ª turma do STF decidem colocar em votação habeas corpus de Lula

No pedido de liberdade, advogados de Lula argumentam que a indicação do ex-juiz federal Sergio Moro para o governo de Jair Bolsonaro demonstra parcialidade e prova que ele agiu “politicamente”.

Edson Fachin. Foto: Nelson Jr. / SCO / STF

Por 3 votos a 2, a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu prosseguir com julgamento do Habeas Corpus pedido pela defesa do ex-presidente Lula ainda nesta terça-feira (4). Votaram pela continuidade: Edson Fachin, Celso de Mello e Cármen Lúcia. Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes votaram para levar o caso ao plenário do Supremo e foram vencidos.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Na retomada do julgamento, a defesa do presidente Lula começou a expor o ponto de vista sobre o caso. “Assegura-se a todo e qualquer ser humano o direito de processo justo. O que é o processo justo aquele que se desenvolve de acordo com o que prevê a lei e conduzido por juiz imparcial”.

No pedido de habeas corpus, os advogados de Lula argumentam que a indicação do ex-juiz federal Sergio Moro para o governo de Jair Bolsonaro demonstra parcialidade e que ele agiu “politicamente”.

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum