Fórumcast, o podcast da Fórum
09 de maio de 2019, 21h25

Por declarações homofóbicas e racistas, TJ-RJ mantém condenação de Bolsonaro

O presidente foi condenado a pagar R$ 150 mil, por danos morais, ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDDD), do Ministério da Justiça

Bolsonaro (Foto: Reprodução)

A Sexta Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) resolveu manter a condenação de Jair Bolsonaro por declarações homofóbicas e racistas feitas em 2011. Depois da decisão em primeira instância da Justiça do Rio, o presidente ingressou com embargos no tribunal. Por 3 votos a 2, os desembargadores decidiram manter a condenação e a pena.

Bolsonaro foi condenado a pagar R$ 150 mil, por danos morais, ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDDD), do Ministério da Justiça.

Em entrevista ao programa CQC, que era exibido na Band, o então deputado federal falou sobre o que faria se tivesse um filho gay. Ele declarou que isso não aconteceria com ele porque seus filhos “tiveram boa educação”.

“Promiscuidade”

Questionado pela cantora Preta Gil sobre como reagiria se um de seus filhos se apaixonasse por uma mulher negra, ele disse: “Eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco. Meus filhos foram muito bem-educados e não viveram em um ambiente como, lamentavelmente, é o seu”.

A ação foi movida pelo Grupo Diversidade Niterói, Grupo Cabo Free de Conscientização Homossexual e Combate à Homofobia e Grupo Arco-Íris de Conscientização.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum