Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
09 de março de 2019, 16h46

Por motivos pessoais, Bruno Covas se afasta da Prefeitura; presidente da Câmara, Eduardo Tuma, assume

Líder da comunidade evangélica e autor de projetos associados ao grupo, como o Escola Sem Partido e de isenção de taxas administrativas para igrejas, Eduardo Tuma será o prefeito de São Paulo até o dia 15

Bruno Covas e Eduardo Tuma (Reprodução)

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), informou nesta sexta- feira (8) que estará de licença do cargo por uma semana, até o próximo dia 15.

Segundo a prefeitura, a licença não remunerada acontece por motivos pessoais. Bruno Covas ficará afastado, em licença não remunerada entre os dias 9 e 15 de março. Presidente da Câmara, Eduardo Tuma (PSDB), assumirá o cargo.

Líder da comunidade evangélica e autor de projetos associados ao grupo, como o Escola Sem Partido e de isenção de taxas administrativas para igrejas, Tuma foi eleito presidente da Câmara em dezembro. Informações da Folha de São Paulo deste sábado (9).

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum