Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de março de 2019, 07h26

Por sugestão de Olavo, Bolsonaro volta às lives e critica “sexualidade” em concurso do BB e caderneta de vacinação

Sem entrar no assunto sobre o vídeo escatológico que compartilhou durante o Carnaval, Bolsonaro criticou o "aparelhamento" que exigia cursos sobre diversidade e prevenção ao assédio moral e sexual em concursos do BB e desenhos que mostram como prevenir a gravidez e doenças sexualmente transmissíveis em caderneta de adolescentes

Bolsonaro com os generais Otávio Santana do Rêgo Barros e Augusto Heleno em live (Reprodução)

Por sugestão do guru ideológico, Olavo de Carvalho, Jair Bolsonaro (PSL) voltou às lives do Facebook às 18h30 desta quinta-feira (7) e, entre a defesa da Reforma da Previdência, criticou a conotação sexual em concursos do Banco do Brasil e na caderneta de saúde de crianças com idade entre 10 e 19 anos.

Leia também: Bolsonaro divulga vídeo e reafirma que Brasil deve liberdade aos militares

Sem entrar no assunto sobre o vídeo escatológico que compartilhou durante o Carnaval, Bolsonaro criticou o “aparelhamento” que exigia cursos sobre diversidade e prevenção ao assédio moral e sexual àqueles que concorriam a uma vaga no Banco do Brasil.

“Olha só o nível de aparelhamento que existe: […] você precisava ter cursos de diversidade e prevenção ao assédio moral e sexual. Isso daqui é questão de educação, ninguém precisa fazer curso nesse sentido”, afirmou.

Bolsonaro afirmou que falou com o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, a respeito do concurso da Previ e disse que a exigência deve cair nos próximos concursos.

Após comentar sobre o concurso, Bolsonaro fez piada com o porta-voz, general Otávio Santana do Rêgo Barros, e com o general Augusto Heleno, ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional). Entre risos, o presidente perguntou se agora “eles estão preparados para fazer o concurso do Banco do Brasil”.

Caderneta Saúde do Adolescente
Bolsonaro também criticou imagens que aparecem na “Caderneta Saúde do Adolescente” que mostram como prevenir a gravidez e doenças sexualmente transmissíveis.

Criada em 2008, a caderneta tem o objetivo é informar meninos e meninas de 10 a 19 anos sobre cuidados básicos em saúde, a importância da vacinação, transformações do corpo na adolescência e métodos de prevenção à gravidez e doenças sexualmente transmissíveis.

Porém, Bolsonaro falou que a caderneta é destinada a crianças de 9 a 16 anos e fez críticas à ex-presidenta Dilma Rousseff (PT).

“Tem muitas informações boas aqui, precisas. Mas o final dela fica complicado no meu entendimento”, afirmou, apontando para páginas com orientações de como utilizar a camisinha e explica as partes do órgão feminino. “Se você pai ou mãe achar que não [tem problema], é direito teu. Sugestão primeiro é dar uma olhada e se achar complicado, tira essas páginas.”

Com 40 páginas, concentra oito para a questão da sexualidade, abordada de forma sutil e com versões adaptadas para meninas e meninos. Para Bolsonaro, o documento “mostra certas figuras que não cai bem para meninos e meninas de 9 anos terem acesso”. Ele disse que o governo deve fazer uma nova cartilha, “com menos páginas, mais barato e sem essas figuras”.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum