Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de novembro de 2019, 17h44

Por unanimidade, TRF-4 ignora STF e aumenta pena de Lula para 17 anos

O TRF-4 atuou no processo do Sítio de Atibaia da mesma forma que atuou no Caso do Triplex do Guarujá, aumentando a pena por unanimidade

Foto: Sylvio Sirangelo/TRF4

O presidente do TRF-4, Thompson Flores, seguiu o relator João Pedro Gebran Neto e o revisor Leandro Paulsen, e fez a corte, por unanimidade, rejeitar as preliminares que pediam o retorno do processo do Sítio de Atibaia às alegações finais e aumentar a pena para 17 anos, 1 mês e 10 dias. O julgamento foi realizado nesta quarta-feira (27) e reproduziu o mesmo cenário do julgamento do caso Triplex do Guarujá, em janeiro de 2018.

“Não se apontou em nenhum momento prejuízo”, afirmou Thompson Flores ao negar retorno do processo à fase de alegações finais, conforme orientação estabelecida pelo STF no caso de processos em que réus delatados não apresentaram alegações finais após réus delatores. A postura foi a mesma dos outros dois procuradores.

Os três magistrados ainda negaram que houve “copia e cola” por parte da juíza Gabriela Hardt no processo. Ela foi acusada de replicar parte da decisão de Moro sobre o Triplex do Guarujá em sentença. “Houve o aproveitamento de estudos pelo próprio juízo. Estudos técnicos e gerais pelo caso feitos pelo próprio juízo”, justificou o revisor Paulsen.

Assim como no caso do Triplex, o TRF-4 determinou uma ampliação da pena de Lula por orientação de Gebran Neto. Em janeiro do ano passado, o relator orientou que se ampliasse de 9 anos e meio a 12 anos e um mês, enquanto nesta quarta a decisão foi de ampliar de 12 anos e 11 meses de prisão para 17 anos, 1 mês e 10 dias.

“Lula ocupava o máximo grau de dirigente da nação brasileira. O que havia era a expectativa que se comportasse em conformidade com o direito e, mais do que se comportasse em conformidade com o direito, que coibisse ilicitudes”, declarou o relator Gebran Neto antes de anunciar seu veredito que aumentou a pena do ex-presidente, acatando pedido do Ministério Público.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum