Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
12 de março de 2019, 18h26

Prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT) deixará a prisão e será reconduzido ao cargo

Justiça do Rio de Janeiro concedeu um habeas corpus ao pedetista, preso em dezembro do ano passado através de um processo sem provas e baseado exclusivamente em delação premiada

Foto: Reprodução/Facebook

O Grupo de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), por 6 votos a 1, concedeu na tarde desta terça-feira (12) um habeas corpus ao prefeito afastado de Niterói (RJ), Rodrigo Neves, preso desde dezembro do ano passado. Os magistrados decidiram ainda que o pedetista seja imediatamente reconduzido ao cargo.

A soltura e a volta de Neves ao comando do Executivo de Niterói devem acontecer até esta quarta-feira (13).

Na decisão, o TJ-RJ entendeu que os fatos apresentados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) não são suficientes pra a manutenção da prisão preventiva de Neves e de outros acusados presos na mesma operação, entre eles Domício Mascarenhas, ex-secretário municipal; João Carlos Félix Teixeira, presidente do TransOceânico; e João dos Anjos Silva Soares, presidente do Transnit.

Todos, agora, responderão ao processo em liberdade, terão seus passaportes apreendidos, serão proibidos de sair do país e de manter contato entre si.

O MPRJ acusa o prefeito de Niterói pelo desvio de mais de R$ 10 milhões da verba de transporte do município de entre 2014 e 2018. Ele foi preso sem provas, apenas com base em denúncia de uma delação premiada.

O PDT, partido de Rodrigo Neves, ainda não se manifestou sobre a soltura do prefeito.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum