Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de fevereiro de 2020, 08h38

Prefeito toma multa após usar cilindro da ambulância para bombear chope em sua casa

Uma mulher morreu durante o transporte por 'falência múltipla de órgãos e choque cardiogênico'

Foto: Reprodução TV Record

A prefeitura do município de Luiziana (PR), no noroeste do Estado, terá que pagar indenização de R$ 80 mil para cada um dos filhos da mulher que morreu em decorrência da falta de oxigênio. O caso ocorreu na virada de 2012 para 2013.

De acordo com o processo, a paciente sofreu um enfarte e precisou ser levada de ambulância, mas não teve a devida oxigenação no trajeto porque o único cilindro portátil da Unidade Básica de Saúde estava na casa do então prefeito, José Claudio Pol, o Claudião (MDB), sendo utilizado para bombear chope em festa de Ano Novo.

Foto: Reprodução

Os desembargadores da 2.ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná decidiram aumentar de R$ 20 mil para R$ 80 mil a indenização para cada um dos filhos. Na ocasião, a Justiça considerou ‘negligente’ a conduta do então prefeito e escreveu. “Não pairam dúvidas que a ausência de oxigênio no transporte da mãe dos autores (…), que era imprescindível a ela naquele momento, reduziu a chance de sobrevivência”, decidiu a Justiça.

Segundo o Ministério Público, a mulher morreu por ‘falência múltipla de órgãos e choque cardiogênico’. Ela chegou ao Hospital de Campo Mourão, cidade para onde foi levada, já com parada cardiorrespiratória.

A Promotoria indicou ainda que, quando o cilindro de oxigênio portátil foi levado da UBS, o pretexto dado foi que o equipamento seria para uso de um parente de ‘Claudião’.

O município alegou ao Tribunal de Justiça que não foi possível provar que a morte não ocorreu apenas pela falta de oxigênio no transporte até Campo Mourão, portanto a responsabilidade não seria da prefeitura de Luiziana.

Com informações da Agência Estado


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum