Prefeitura de SP manda buscar engenheiro que executou obra do viaduto que cedeu

A capital paulista tem 143 km de lentidão na manhã desta quarta-feira, 20% acima do limite histórico

De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), e o secretário de Serviços e Obras, Vitor Aly, contataram, nesta terça-feira (20), Roberto de Abreu, um dos engenheiros responsáveis pela execução da obra do viaduto que cedeu cerca de dois metros na quinta (15).

A prefeitura mandou um carro ir buscá-lo no Guarujá, no litoral sul do estado, onde ele passava o feriado com a família.

Ele foi chamado para passar a tarde de terça auxiliando nos trabalhos de recuperação da estrutura. A obra foi projetada na década de 1970 por Walter de Almeida Braga (1930-2016).

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Segundo a prefeitura, a colaboração de Abreu trará informações novas sobre a estrutura, já que ele a “conhece muito bem”.

A gestão municipal não encontra o projeto original do viaduto. A via passa sobre os trilhos de uma linha de trem e serve como rota de acesso à rodovia Castello Branco.

A capital paulista tem 143 km de lentidão na manhã desta quarta-feira (21), primeiro dia útil de volta do feriadão após o bloqueio parcial da marginal Pinheiros. O trânsito está 20% acima do limite histórico.

A zona oeste, onde está a Marginal Pinheiros, representa 27% dos congestionamentos na cidade com 41 km de trechos travados. A zona sul lidera o ranking, com 66 km de lentidão.

Segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB), a expectativa da CET era de que o engarrafamento ficasse 30% maior que o limite em toda a cidade.

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR