Fórumcast, o podcast da Fórum
31 de agosto de 2019, 20h24

Prefeitura tucana de SP acaba com ciclofaixa de lazer

Desde que Haddad deixou o governo as ciclovias deixaram de ser prioritárias; suspensão de programa encerra ciclo de modernização dos modais de transporte

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Na gestão de Fernando Haddad (PT) à frente da prefeitura de São Paulo (2013 a 2016), o número de paulistanos que usava bicicleta todos os dias como meio de transporte cresceu 50% em 2014 em comparação a 2013.

Em contrapartida, a prefeitura tucana de Bruno Covas não conseguiu patrocínio para continuar o programa e as tradicionais Ciclofaixas do Lazer não serão ativadas a partir deste domingo (1º).

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Após uma década do programa que reservava, aos domingos e feriados, uma faixa de ruas da cidade somente para o tráfego de bicicletas, a Bradesco Seguros, que patrocinava a operação, resolveu terminar a parceria com a prefeitura.

Contratação emergencial

A administração municipal alega que abriu contratação emergencial do serviço, porém “as propostas apresentadas não atendem aos requisitos legais e não garantem a segurança dos ciclistas”.

A capital paulista conta com 473 quilômetros de ciclovias permanentes. No entanto, os ciclistas podem circular mesmo nas vias em que não existe faixa exclusiva para bicicleta.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum