O que o brasileiro pensa?
02 de junho de 2020, 09h01

“Presidente esqueceu de combinar comigo”, diz Aras sobre Bolsonaro defender arquivamento de inquérito

Mesmo desconfortável, PGR minimizou a declaração do presidente. "Bolsonaro é muito espontâneo e tem convicções próprias", disse

Jair Bolsonaro e Augusto Aras (Agência Brasil)

O procurador-geral da República, Augusto Aras, revelou nesta segunda-feira (1º), em entrevista ao programa Conversa com Bial, que de fato ficou desconfortável com a nota emitida pelo presidente Jair Bolsonaro em que defende o arquivamento do inquérito que investiga uma possível intervenção política na Polícia Federal.

A nota foi divulgada no mesmo dia em que o ex-capitão fez uma visita surpresa à sede da Procuradoria-Geral da República (PGR). “Ocorre que é uma declaração unilateral. O presidente esqueceu de combinar comigo”, afirmou Aras.

Mesmo desconfortável, o PGR minimizou a declaração do presidente. “Bolsonaro é muito espontâneo e tem convicções próprias. Ele chegou ao mais alto grau da hierarquia política do Brasil. Imagine se eu ou qualquer outra autoridade pode controlar o que diz o senhor presidente? A liberdade de expressão é o primeiro dos princípios e chega a ser levado ao primeiro dos valores da Constituição”, completou.

Nesta segunda, Aras pediu uma ampliação de prazo em 30 dias ao Supremo Tribunal Federal (STF) para concluir as investigações das acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, contra Bolsonaro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum