Pressionado, Pazuello surta e ataca imprensa durante coletiva do Ministério da Saúde

O ministro-general chegou a relacionar a atuação da imprensa com o suicídio; assista

Alvo de inúmeras pressões em razão da indefinição quanto ao Plano de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, aproveitou coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (07) para atacar profissionais de comunicação.

“Os meios de comunicação, os senhores e senhoras, comuniquem o fato. Me mostram quando um brasileiro delegou aos redatores a interpretação dos fatos. Me mostrem, eu não fiz. Nós não queremos a interpretação dos senhores, a tendência ideológica ou bandeira”, afirmou.

“Quero assistir a notícia e ver o fato que aconteceu, deixem a interpretação para o povo brasileiro, para cada um de nós. O senhores não tem essa delegação”, completou. Pazuello ainda falou em “desinformação”.

O ministro ainda deu a entender que a imprensa pode provocar o suicídio. “Se cada um interpretar como quer, a desinformação é completa. Numa pandemia, a desinformação e a interpretação equivocada ou tendenciosa leva a consequências trágicas. Leva ao medo, leva à ansiedade, à angústia, podem levar a doenças psiquiátricas, até o suicídio”.

O surto do ministro acontece um dia depois de Pazuello ir em rede nacional falar sobre a compra de insumos para a campanha de vacinação. Na fala, o general não apresentou nenhuma novidade, nem mesmo a data de início da vacinação. Essa informação também não foi trazida nesta quinta-feira, aumentando as incertezas.

Além disso, o ministério tem enfrentado dificuldades na compra de kits de seringas e agulhas, essenciais para a aplicação dos imunizantes na população.

“Confiem. Não existe outra solução”, declarou.

O Brasil se aproxima de 200 mil mortes provocadas pela pandemia da Covid-19. O país é o segundo do mundo com mais vítimas fatais, atrás apenas dos Estados Unidos.

CoronaVac

A cobrança veio logo após Pazuello anunciar que irá comprar 100 milhões de doses da CoronaVac, vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa SinoVac em parceria com o Instituto Buntantan. O imunizante teve os resultados de seus testes clínicos apresentados nesta tarde.

Leia também: Entenda a diferença entre as vacinas Coronavac, AstraZeneca, Pfizer, Moderna e Sputnik

Assista:

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR