Política

Prevent chama denúncias sobre mortes em estudo com cloroquina de “fake news”

Em "nota à imprensa e a quem possa interessar", Prevent, que é acusada de agir em conluio com Bolsonaro no uso de cloroquina contra a Covid-19, diz que "tomará todas as medidas judiciais cabíveis" contra o grupo de médicos que tornou público as supostas irregularidades

Compartilhar

Acusada de conluio com Jair Bolsonaro (Sem partido), a Prevent Sênior classificou como “fake news” as denúncias sobre manipulação em estudo com o uso da cloroquina contra a Covid-19 e disse que “tomará todas as medidas judiciais cabíveis” contra o grupo de médicos que tornou público as supostas irregularidades.

Leia também:
Prevent Sênior ocultou mortes em estudo manipulado sobre cloroquina

“Disseminação da Cloroquina foi acordo entre Bolsonaro e Prevent”, diz Randolfe

“Estranhamente, antes de as acusações serem levadas à comissão do Senado, uma advogada que representa esse grupo de médicos insinuou que as denúncias não seriam encaminhadas se um acordo fosse celebrado. Devido à estranheza da abordagem, a Prevent Sênior tomará todas as medidas judiciais cabíveis”, diz a “nota à imprensa e a quem possa interessar” publicada no Twitter.

Em um primeiro tuite, com card com a inscrição “chega de fake news”, a Prevent diz que as denúncias são “calúnias” e que não vai admitir “que denúncias anônimas prejudiquem o atendimento aos mais de 550 mil beneficiários, a maioria idosos que sempre foram abandonados pelo sistema de saúde”.

Prevent ocultou mortes em estudo com cloroquina

Informações divulgadas nesta quinta-feira (16) pela GloboNews revelam que a Prevent Sênior ocultou mortes de pacientes com e sem o diagnóstico de Covid-19 que participaram de estudos sem base científica feitos para apontar uma suposta eficácia dos remédios do “kit covid”, como a hidroxicloroquina e a azitromicina.

O estudo recebeu o apoio do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), um dos maiores defensores do uso de cloroquina, e foi utilizado para apoiar as teses dos bolsonaristas de que o “kit covid” salvou vidas durante a pandemia.

A denúncia foi feita por um médico da Prevent Sênior que era próximo dos diretores da empresa. A reportagem da GloboNews mostra que houve manipulação nos resultados do teste para comprovar uma falsa eficácia da cloroquina contra a Covid-19.

Este post foi modificado pela última vez em 16 set 2021 - 12:11 12:11

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Por
Plinio Teodoro

Última hora

  • Brasil

Crimes contra a humanidade: Bolsonaro figura na galeria dos monstros

Acusado formalmente pela CPI de cometer o mais atroz dos delitos, o presidente brasileiro está…

20 out 2021 - 19:25
  • Direitos

Vídeo: Advogado denuncia desapropriação ilegal e violenta em São Bernardo

“A ação foi totalmente ilegal, contrariando decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), do Conselho Nacional…

20 out 2021 - 18:39
  • Política

Advogado de Lula sobre PEC 5/21: “Modelo do CNMP não está funcionando”

Em entrevista ao Jornal da Fórum, Cristiano Zanin defendeu mudanças no conselho do Ministério Público;…

20 out 2021 - 18:06
  • Política

Além de suástica nazista, sessão da Câmara de Porto Alegre tem ataque racista contra vereadoras: “Lixo! Empregadas”

Bruna Rodrigues, Daiana Santos e Laura Sito foram verbalmente agredidas por manifestante antivacina que estava…

20 out 2021 - 18:05
  • Coronavírus

Cinco casos de fraude em atestados de óbitos da Prevent Senior são alvos do MP

Três novos alvos de apuração se juntam às mortes de Regina Hang, mãe do empresário…

20 out 2021 - 17:20
  • Política

Grupo antivacina invade Câmara de Porto Alegre, agride vereadores e exibe suástica nazista; veja vídeos

Vestindo verde e amarelo e camisetas das lojas Havan, extremistas deram socos em vereadores e…

20 out 2021 - 17:03