Privatização dos Correios entra na pauta da Câmara e pode ser votada já nesta semana

Projeto foi apresentado por Bolsonaro em fevereiro e é uma das prioridade de Arthur Lira

O projeto de lei apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro que abre caminho para a privatização da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, os Correios, deve ser votado na Câmara dos Deputado ainda nesta semana. O PL 591/21 aparece entre os itens principais da pauta do plenário.

A proposta foi entregue por Bolsonaro em fevereiro e ”autoriza que os serviços postais possam ser explorados pela iniciativa privada, inclusive os prestados hoje em regime de monopólio pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), estatal 100% pública”. O relator é o deputado federal Gil Cutrim (Republicanos-MA).

Em 20 de abril, a casa legislativa aprovou a urgência da apreciação do texto por 280 votos a favor, 165 contra, 5 obstruções e 1 abstenção. Apenas PT, MDB, PSB, PDT, PSOL, PCdoB e Rede se posicionaram contra.

Na ocasião, o líder da Minoria, Marcelo Freixo (PSB-RJ), destacou que o interesse do projeto é retirar os Correios das entregas de comércio eletrônico, que aumentaram no período da pandemia. “O monopólio dos Correios já foi quebrado, mas as empresas não conseguem concorrer com os Correios, por isso querem acabar com a empresa pública”, disse. “É muita covardia com o povo brasileiro”, agregou.

Nesta segunda-feira (5), parlamentares da oposição voltaram a protestar contra o texto. “Está previsto a privatização dos Correios na pauta de amanhã da Câmara Federal. A privatização dessa empresa pública LUCRATIVA provocará aumento no preço, fechamento de agências e desemprego. A força da nossa mobilização é decisiva pra barrar esse absurdo, vamos à luta!”, tuitou a deputada Sâmia Bonfim (PSOL-SP).

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR