Entrevista exclusiva com Lula
19 de novembro de 2019, 08h07

Procurador da Lava Jato compartilha tuíte de Augusto Nunes atacando família de Lula

Januario Paludo, que dá nome ao grupo da Lava Jato no Telegram, compartilhou publicação em que o jornalista da Veja ataca família do ex-presidente

Deltan Dallagnol e Januario Paludo | Reprodução

Procurador que dá nome ao grupo de Whatsapp da Lava Jato revelado pela série de reportagens da Vaza Jato, Januario Paludo compartilhou nesta segunda-feira (18) um tuíte em que o colunista da revista Veja, Augusto Nunes, ataca o ex-presidente Lula usando a família.

A publicação foi feita por Nunes após ataques ao petista para provocar a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, que havia criticado postagem de Nunes que citava os “túmulos” de Marisa e do neto falecido de Lula, quando, na verdade, os dois teriam sido cremados.

“A porta-voz @monicabergamo garante: Lula não visitou os túmulos dos parentes mortos durante a temporada na cadeia pq “eles foram cremados”. A família do irmão Vavá informa: o corpo de Genival Inácio da Silva foi sepultado no Cemitério Pauliceia, em S. Bernardo do Campo”, tuitou, de forma irônica, Nunes.

Monica classificou como “asquerosa” a estratégia de Nunes de atacar adversários usando familiares – como ele já havia feito com o jornalista Glenn Greenwald.

“Deixe de usar crianças e pessoas mortas para atingir quem você não gosta, Augustos Nunes. Não percebe que isso é asqueroso?”, disparou Mônica no Twitter.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum