Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
23 de novembro de 2019, 09h20

Professor Pasquale: “Bolsonaro mergulhou Brasil na ignorância e mediocridade”

As críticas do professor também foram dirigidas a Abraham Weintraub: ““É uma usina que não tem freio, próximo ao descalabro. E com o incentivo que há hoje com a grosseria. O ministro da Educação é um iletrado”

Foto: Reprodução/YouTube

Pasquale Cipro Neto, um dos mais respeitados professores de gramática do país, fez duras críticas ao governo de Jair Bolsonaro, em uma palestra em Lisboa, Portugal.

Para Pasquale, que também é colunista da rádio CBN e da Globo, Bolsonaro mergulhou o “Brasil de cabeça na ignorância, no obscurantismo, na mediocridade e o resultado disso é imprevisível”.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

As restrições do professor também são direcionadas a Abraham Weintraub, ministro da Educação.

“É uma usina que não tem freio, próximo ao descalabro. E com o incentivo que há hoje com a grosseria. O ministro da Educação é um iletrado. Iletrado. E fica por isso mesmo. Imagina se alguém de algum governo do PT tivesse dito uma, uma só, ou escrito, uma só, das pataquadas que esse indivíduo fala ou escreve. Imagine o que teria acontecido”, afirmou.

“Pandemônio”

Na avaliação de Pasquale, tanto o presidente quanto seu ministro provocam um “pandemônio” no país. “Fim do mundo. O sujeito toda vez que se manifesta revela que é um iletrado. E por aí vai. É só incentivo à brutalidade, à violência, ao assassinato, ao crime, à invasão, à grosseria”, acrescentou.

Em relação à crise no PSL, ex-partido de Bolsonaro, ele afirmou: “Um baixo nível. Você agora vê os caras do PSL se matando, o que eles dizem um para o outro. Um palavreado. São bárbaros. Tá feio o trem, como se diz em Minas”.


Com informações do Estado de Minas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum