Professores de Direito se solidarizam com Barroso e condenam ataques “injuriosos” de Bolsonaro

Nota foi publicada por docentes da Uerj, onde o presidente do TSE atua como professor

Os professores da Faculdade de Direito da UERJ, onde o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atua como docente, divulgaram uma nota nesta sexta-feira (9) repudiando os ataques do presidente Jair Bolsonaro contra o magistrado.

Os magistrados classificaram os ataques de Bolsonaro como “injustos, irresponsáveis e em linguagem indigna”. “Reafirmamos nosso compromisso inabalável com a democracia, com o Estado Democrático de Direito e com um processo eleitoral que seja conduzido com transparência, como até aqui tem sido verificado, e com a segurança de que todos os candidatos, inclusive os que vierem a ser derrotados, se curvarão à decisão soberana do povo brasileiro”, diz trecho da nota.

Na quinta-feira (8), Bolsonaro clamou novamente pela implantação do voto impresso e tornou a fazer acusações falsas sobre supostos episódios de fraude eleitoral. “Eleições no ano que vem serão limpas. Ou fazemos eleições limpas no Brasil ou não temos eleições”, disparou.

Nesta sexta, ele voltou a fazer falsas suposições e atacou diretamente o presidente do TSE. “Só um idiota para fazer isso aí. É um imbecil. Não pode um homem querer decidir o futuro do Brasil na fraude”, disse.

Barroso também divulgou uma nota rechaçando as declarações e falou em crime de responsabilidade. “A realização das eleições é pressuposto do regime democrático. Qualquer atuação no sentido de impedir a sua ocorrência viola princípios constitucionais e configura crime de responsabilidade”, afirmou.

Confira, na íntegra:

Os professores da Faculdade de Direito da UERJ abaixo assinados vêm se solidarizar com o Ministro Luís Roberto Barroso, professor titular de direito constitucional desta Casa, em relação aos ataques injustos, irresponsáveis e em linguagem indigna, do Senhor Presidente da República, em  relação à conduta do magistrado na presidência do TSE na defesa da lisura do processo eleitoral pela urna eletrônica.

E, nesta oportunidade, reafirmamos nosso compromisso inabalável com a democracia, com o Estado Democrático de Direito e com um processo eleitoral que seja conduzido com transparência, como até aqui tem sido verificado, e com a segurança de que todos os candidatos, inclusive os que vierem a ser derrotados, se curvarão à decisão soberana do povo brasileiro.

Publicidade

Rio de Janeiro, 09 de julho de 2021.

  1. Alexandre Santos de Aragão
  2. Alexandre Fabiano Mendes
  3. Aline de Miranda Valverde Terra
  4. Álvaro Antonio Sagulo Borges de Aquino
  5. Ana Paula Correa de Sales
  6. Ana Paula Gonçalves Pereira de Barcelos
  7. Ana Sara Korenchendler
  8. André Vasconcelos Roque
  9. André Rodrigues Cyrino
  10. Antônio Augusto Madureira de Pinho
  11. Antônio do Passo Cabral
  12. Arícia Fernandes Correia
  13. Carlos Alexandre de Azevedo Campos
  14. Carlos Edison do Rêgo Monteiro Filho
  15. Carlos Eduardo Guerra de Moraes
  16. Carlos Nelson de Paula Konder
  17. Carmem Beatriz de Lemos Tibúrcio Rodrigues
  18. Cleyson de Moraes Mello
  19. Daniel Antônio de Moraes Sarmento
  20. Daniel Bucar Cervasio
  21. Daniel Cabral Gruenbaum
  22. Daniel Queiroz Pereira
  23. Davi Tangerino
  24. Diogo Rudge Malan
  25. Eduardo Henrique Von Adamovich
  26. Fábio Rodrigues Gomes
  27. Fábio Zambitte Ibrahim
  28. Flávio Antônio Esteves Galdino
  29. Flávio Mirza Maduro
  30. Gisela Sampaio da Cruz Costa Guedes
  31. Gita Wladimirski Goldenberg
  32. Guilherme Calmon Nogueira da Gama
  33. Guilherme Figueiredo Leite Gonçalves
  34. Gustavo Binenbojm
  35. Gustavo da Gama Vital de Oliveira
  36. Gustavo José Mendes Tepedino
  37. Gustavo Silveira Siqueira
  38. Humberto Dalla Bernardina de Pinho
  39. Ivan Simões Garcia
  40. Ivanilda Maria Figueiredo de Lyra Ferreira
  41. Jane Reis Gonçalves Pereira
  42. João Batista Berthier Leite Soares
  43. João Batista Damasceno
  44. João Eduardo de Alves Pereira
  45. José Carlos Vaz e Dias
  46. José Vicente Santos de Mendonça
  47. Leonardo da Silva Sant’Anna
  48. Leonardo Faria Schenk
  49. Luís Cesar Souza de Queiroz
  50. Márcia Michele Garcia Duarte
  51. Marco Antônio dos Santos Rodrigues
  52. Marcus Lívio Gomes
  53. Maria Teresa Moreira Lima
  54. Marilda Rosado de Sá Ribeiro
  55. Marlam de Moraes Marinho Junior
  56. Maurício Jorge Pereira da Mota
  57. Milena Donato Oliva
  58. Nelson Massini
  59. Patrícia Ferreira Baptista
  60. Patrícia Mothé Glioche Beze
  61. Paula Greco Bandeira Portocarrero
  62. Paulo Cezar Pinheiro Carneiro
  63. Paulo Emílio Vauthier Borges de Macedo
  64. Raphael Carvalho de Vasconcelos
  65. Ricardo Lodi Ribeiro
  66. Ricardo Nery Falbo
  67. Rodrigo Brandão Viveiros Pessanha
  68. Rosângela Maria de Azevedo Gomes
  69. Rose Melo Vencelau Meireles
  70. Sérgio André Rocha Gomes da Silva
  71. Sérgio Murilo Santos Campinho
  72. Válter Shuenquener de Araújo
  73. Vânia Siciliano Aieta
  74. Vera Malaguti de Souza Wesglisnki Batista
Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR