domingo, 20 set 2020
Publicidade

Projeto de Salles prevê que mercado financeiro seja responsável por garantir a proteção da Amazônia

O Ministério do Meio Ambiente lançará, na próxima semana, uma iniciativa que prevê a entrega ao setor privado de 132 unidades de conservação ambiental na Amazônia, equivalente a 15% do território florestal brasileiro que se encontra ameaçado.

Trata-se do programa “Adote um Parque”, uma ideia do ministro Ricardo Salles que busca transformar o mercado financeiro em principal responsável pela proteção das florestas brasileiras.

“A ideia do governo brasileiro é a seguinte: temos instrumentos estruturados os fundos de investimentos, por isso convidamos vocês para que venham e ajudem a cuidar da Amazônia. Participe, fiscalize, atue junto conosco”, explicou o ministro, em entrevista ao diário britânico Financial Times.

Salles também assegurou que esta é “uma ação concreta, que nos permite fazer algo concreto pela Amazônia, com a ajuda do nosso governo”.

O curioso da iniciativa é que ela surge após várias ameaças de grandes empresas estrangeiras no sentido de deixar de investir no Brasil, exigindo medidas mais enérgicas de preservação ambiental por parte do governo de Jair Bolsonaro.

Victor Farinelli
Victor Farinelli
Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).