PSDB denuncia que aplicativo para prévias sofreu 26 mil ataques neste sábado

O partido garantiu que os ataques não vão afetar a votação; expectativa é que o resultado final seja anunciado até 18 horas

As tumultuadas prévias do PSDB para definir o candidato do partido à presidência da República, nas eleições de 2022, continuam com problemas. A direção nacional da sigla divulgou uma nota, apontando que o aplicativo de votação sofreu 26 mil ataques externos apenas neste sábado (27).

Estão em disputa, por sinal acirrada entre os tucanos, os governadores de São Paulo e do Rio Grande do Sul, João Doria e Eduardo Leite, respectivamente, e o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.

Ainda de acordo com a nota do PSDB, todos os ataques foram de fora do Brasil. O fato fez com que os filiados que moram no exterior ficassem impossibilitados de registrar seus votos.

O partido garantiu que os ataques não vão afetar a votação, que continua até 17 horas deste sábado (27).

No último domingo (21), a votação foi suspensa em consequência de “falhas técnicas” no aplicativo desenvolvido pela Fundação de Apoio à Universidade do Rio Grande do Sul. A instituição justificou o problema, afirmando que a ferramenta pode ter sofrido um ataque hacker. 

Suspensão da prévia foi considerada vexame político

A suspensão foi considerada um vexame político e o PSDB tentou durante toda a semana encontrar uma solução, que só ocorreu na quinta-feira (25).

De acordo com o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, o partido espera anunciar o resultado final das prévias até 18 horas deste sábado (27).

Com informações da CNN

Publicidade
Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.