quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

PSOL exige respostas sobre depoimento que envolve Bolsonaro ao assassinato de Marielle e Anderson

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, divulgou, na noite desta terça-feira (29), uma nota exigindo respostas das autoridades, em relação à reportagem do Jornal Nacional, sobre possível envolvimento de Jair Bolsonaro nos assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Últimos dias para você apoiar a grande reportagem da Fórum no rastro do Óleo das Praias do Nordeste. Bora contribuir!

Veja a íntegra da nota:

A informação veiculada no Jornal Nacional desta terça-feira é grave. Segundo ele, horas antes do crime que vitimou nossa companheira Marielle Franco, um dos assassinos, Élcio Queiróz, contatou a casa do então deputado federal Jair Bolsonaro. A informação foi obtida através do depoimento do porteiro do Condomínio Vivendas da Barra, onde vivia a família Bolsonaro.

Exigimos esclarecimentos imediatamente. O PSOL nunca fez qualquer ilação entre o assassinato e Jair Bolsonaro. Mas as informações veiculadas hoje são gravíssimas. O Brasil não pode conviver com qualquer dúvida sobre a relação entre o Presidente da República e um assassinato. Exigimos respostas. Exigimos justiça para Marielle e Anderson.

Juliano Medeiros, Presidente Nacional do PSOL

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.