Entrevista exclusiva com Lula
29 de outubro de 2019, 21h51

PSOL exige respostas sobre depoimento que envolve Bolsonaro ao assassinato de Marielle e Anderson

“As informações veiculadas hoje são gravíssimas. O Brasil não pode conviver com qualquer dúvida sobre a relação entre o Presidente da República e um assassinato”, disse Juliano Medeiros, presidente nacional do partido

Juliano Medeiros (Foto: Divulgação/PSOL)

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, divulgou, na noite desta terça-feira (29), uma nota exigindo respostas das autoridades, em relação à reportagem do Jornal Nacional, sobre possível envolvimento de Jair Bolsonaro nos assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Últimos dias para você apoiar a grande reportagem da Fórum no rastro do Óleo das Praias do Nordeste. Bora contribuir!

Veja a íntegra da nota:

A informação veiculada no Jornal Nacional desta terça-feira é grave. Segundo ele, horas antes do crime que vitimou nossa companheira Marielle Franco, um dos assassinos, Élcio Queiróz, contatou a casa do então deputado federal Jair Bolsonaro. A informação foi obtida através do depoimento do porteiro do Condomínio Vivendas da Barra, onde vivia a família Bolsonaro.

Exigimos esclarecimentos imediatamente. O PSOL nunca fez qualquer ilação entre o assassinato e Jair Bolsonaro. Mas as informações veiculadas hoje são gravíssimas. O Brasil não pode conviver com qualquer dúvida sobre a relação entre o Presidente da República e um assassinato. Exigimos respostas. Exigimos justiça para Marielle e Anderson.

Juliano Medeiros, Presidente Nacional do PSOL


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum