Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de janeiro de 2020, 13h49

PSOL questiona Moro na Justiça por ataque contra indígenas no MS

Indígenas Guarani Kaiowá contam que agentes da Força Nacional dispararam balas de borracha e tentaram derrubar barracos

Barraco destruído por seguranças em Nhu Vera. (Foto: Povo Guarani Kaiowá)

Deputados federais do PSOL protocolaram nesta sexta-feira (31) um requerimento de informação o Ministério da Justiça, pasta comandada por Sergio Moro, pedindo detalhes sobre quais providências foram e serão tomadas com relação à reserva indígena de Dourados, no Mato Grosso do Sul. Indígenas Guarani Kaiowá do local foram alvo de disparos na quarta-feira (29) e afirmam que ataque partiu da Força Nacional.

O partido também protocolou um ofício ao Ministério Público Federal (MPF) para que tome as devidas providências e investigue as denúncias. Indígenas contam que agentes da Força Nacional foram enviados à região na semana passada atendendo a pedidos do governo do estado.

Eles contam que os ataques começaram por volta das 22 horas da terça-feira (28), quando agentes tentaram derrubar barracos da terra Avae’te, próxima à reserva de Dourados e que está em processo de retomada pelos indígenas.

“No dia seguinte, às 9 horas da manhã, a Força Nacional se dirigiu a uma das fazendas. De lá veio um dos donos da fazenda, seguranças privados, todos em uma caminhonete preta, e quatro viaturas da Força Nacional. Chegaram no Avae’te atirando. Não chegaram para conversar”, diz um dos indígenas que presenciou a cena. No conflito, um Guarani Kaiowá foi ferido no braço por um disparo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum